Comportamento

All About That Bass, da Meghan Trainor, não é sobre feminismo

Meghan Trainor - All About That Base
  • Muito bom! Parabéns!

  • Letícia

    Por isso, o discurso da Emma Watson na ONU foi tão importante! Como uma jovem mulher ícone do cinema, ela foi capaz de levar um verdadeiro e importante discurso feministas a muitas jovens mulheres como ela, muitas que, até então, sequer soubessem o que é feminismo…

  • Tatiana Forneck

    Mely, também fiz um post no meu blog nesse estilo, sobre a música. Adoraria que tu lesse. :)
    http://www.coffeewithtati.com/2014/10/all-about-that-bass-e-sua-mensagem.html

    Fiquei muito feliz de ler esse tipo de mensagem aqui no Modices, um blog que eu adoro. <3 Beijos!

    • Adorei seu texto, Tati!
      Arrasou, vamos espalhar a mensagem de amor ao corpo por aí <3
      Ah e adorei seu blog, muito fofo!
      Beijão

  • Adoro essas reflexões! Acho que temos que nos manter críticas acerca de tudo! Antes do feminismo, eu me sentia desconfortável com algumas coisas e não sabia explicar o porquê, assim como com músicas. Mesmo as que são feitas com intuito de enganar.

    De que adianta criar uma música que promove a aceitação dos nossos corpos, se ela também reprime outro tipo de corpo? Digo, eu sou magra e não acho que isso seja uma qualidade que me eleva em relação a outras pessoas. Por mais músicas que promovam a aceitação de TODOS OS CORPOS, independente de suas formas. Mais sororidade, por favor.

    http://maylarosa.blogspot.com.br/

  • Amei, amei, amei o texto, porque é MUITO fácil cair nessa de se empoderar às custas da autoestima da outra sem perceber o quanto isso pode ser nocivo. Muito fácil MESMO.

    • Exatamente, Mareska!
      Temos que prestar muita atenção pra não cair nessas armadilhas
      Beijos!

  • Carolina

    Acho que finalmente alguém no mundo teve coragem de fazer música que eleve a auto-estima dos gordinhos, normalmente os clipes e músicas falam de mulheres com corpões e raramente você vê uuma gorda, e quando vê é que ela foi humilhada mais depois emagreceu e ficou diva. Acho que nessa música ela não quis diminuir ou desmerecer corpo de ninguém, para mim ela diz que é preciso aceitar seu corpo do jeito que é, e não ter um padrão de beleza que é magra e “siliconada”. Também mostra que prefere ser gorda do que ter uma doença tipo as meninas magras acham que estão gordas (bulimia). E ela expressou uma opinião dela na música, coisa que pouca gente tem coragem de fazer por conta da mídia. Enfim seu blog é lindo <3 http://www.glamourdajulieta.blogspot.com.br

    • Oi Carol! Sim, é super legal ela dar voz pras gordinhas, mas o ruim é que ela que colocou a magra como sendo “errada” no clipe, o que não curtimos. Sendo gordinha ou magra, o importante é ter qualquer corpo aceito, né.
      Beijos

  • Nágela

    Bom, todas as pessoas tem o seu estilo de corpo. O que tá acontecendo hoje é que as pessoas acham que só gordinhas sofrem com o bullyng, mas não é! Sou magra porque esse é o meu tipo de corpo, não faço regime e nem qualquer outra coisa para ter um corpo magro, e sofro preconceitos. Não adianta você falar que um corpo é bonito e que o outro não é, precisamos aceitar as pessoas como elas são! Sem essa de “magras são lindas, gordas são feias”, “mulher magra é muito feia, as gordinhas são as melhores!”. Chega! Cada um é cada um, precisamos mesmo é parar com toda essa alienação por parte da mídia.

    • Arrasou, Nágela!
      É exatamente isso, gata <3

      Bjos

    • anna

      Exato. Magra tb escuta poucas e boas. Se vc n tiver uma inteligencia emocional vc pira. E o engraçado que gente que nunca vi na vida, vem com o mesmo papo:Nossa, com vc ‘e magra!!!!

    • O/

      Exatamente :)

  • Vanessa

    Não vejo a ”magrela” como a errada, mas sim, fazem uma comparação de que as ”gordinhas” são lindas tanto quanto as magras, por isso vem a frase , que se repete duas vezes ”os garotos só querem nos apertar a noite, e, eles podem fazer isso com pessoas magras, ou gordas, a verdadeira mensagem da música é ”sinta-se bem, não importa sua aparência !

  • Luciana

    Post de gente magra. Ponto.

  • Janaina

    Acho uma besteira esse discurso politicamente correto. Ela não está chamando ninguém especificamente de vadia e acredito que liberdade de expressão deve se sobrepor à qualquer patrulhamento ideológico. Ademais, a máquina de lavar roupas fez muito mais pelas mulheres do que o feminismo.

    • O/

      xingar gordos não pode,mas magros pode??Você não leu?

  • anna

    gg

  • anna

    ADOREI!!!! Explico: Sempre fui MAGÉRRIMA. Estilo oriental mesmo (pequena, sem curvas:)
    E isso quase VIROU UM INFERNO se eu n fosse inteligente……….. Cresci ouvindo coisas GROTESCAS E EXTREMAMENTE MAL EDUCADAS como: vc n come?? onde vc compra roupa?? que homem n gosta de magra e ……… Mas o pior q ouvi de uma ”amiga’ a indagação: Como que eu teria filhos sendo magra??!! E isso que as MAGRAS escutam o tempo todo , e PIOR , de MULHERES.
    Pq as MULHERES são muito CRUÉIS com as outras. E quando o mundo prega SER MAGRA, éa MAGRA GOSTOSONA, com bunda, peito e cintura fina. Se vc éMAGRA, MAGÉRRIMA, OBESA, GORDINHA, GORDA ou qqer coisa q fuja do MAGRA GOSTOSA vc tb vai sofrer com frases indelicadas. E arrisco dizer se vc émagrinha vc sofre MAIS que as gordinhas….. E no final qdo me falam? Nossa, como vc e magra!! Eu , rebato:Antes magra do que gorda. Paciência, preciso me defender…..

    • Eduardo Lacerda

      Sua rebatida acabou com sua tese! Apenas responda com um obrigado sarcástico, que a pessoa vai entender o recado!

  • Allonsa

    A música tem um ritmo bom, mas a letra “xingando” as magrinhas não é lá boa coisa. É importante aceitar o seu próprio corpo, mas também colocar as magras como se fossem pessoas nojentas não é boa coisa, afinal, a aparência não diz nada sobre a personalidade. Prevejo a Meghan ganhando ainda mais dinheiro falando sobre como as gordinhas são maravilhosas (e são, afinal, toda mulher é) e as magrinhas são mulheres mimadas e nojentas.

  • Lívia Maria

    lembrando que é Estados Unidos e a ditadura da magreza lá é muito muito forçada nas pessoas,e eu mesma já conheci o tipo de magra que a Meg fala na musica, garotas que se matam pra entrar num 32 e zoam (as vezes bullyng serio causando até suicidio) as gordinhas que as vezes são até magras aqui no Brasil,eu creio q na musica seja um insulto pra esse tipo de gente,ah é antes que alguém diga que eu não o que uma magra sofre saiba que meu imc e 16

Ei! Agradecemos por compartilhar nosso conteúdo

Agora vem conhecer nossos outros canais

manda pra uma amiga :)