Viagens

Conhecendo o sertão de Petrolina

Comments (6)
  1. Marcela disse:

    Carla, daqui a algumas semanas farei uma viagem do litoral ao sertão de umas 8h mais ou menos. Mas tenho medo da estrada, por conta das notícias que rolam a respeito da violência nelas pelo interior do Brasil. Alguma dica boa pra não deixar isso me afetar? Obrigada! Teu post está lindo!

    1. Carla Lemos disse:

      Oh minha linda, vai ser uma experiência fantástica tenho certeza <3

      Então, minhas dicas são:

      siga as placas e não o gps — o gps procura sempre fazer o caminho mais curto e por vezes ele nos colocou em certas roubadas como estradas de terra ou estradas alternativas no meio de fazendas pra "cortar caminho" enquanto tinha estrada linda e asfaltada no sentido das placas.

      não dirija a noite — o sertão hoje tem um "problema" que são os jegues abandonados (pq a galera agora pode comprar moto e largou o jegue) e eles são muito doidos, dormem no meio da estrada. A gente quase bateu em um, então, não só questão de segurança anti-assalto, mas também segurança contra acidentes msm.

      qualidade das estradas — a gente só pegou estrada ruim mesmo em 2 lugares: Bahia e Maranhão. A Bahia é enorme e tem muito lugar (os mais paradisíacos) que tem estradas de terra bem ruins (o que os moradores até gostam pq dá uma bloqueada na invasão de turistas), mas o pior mesmo foi no caminho de Juazeiro pra Paulo Afonso que a estrada era assustadoramente ruim (mas foi leseira nossa pq a estrada por Pernambuco/Petrolina estava novinha). O Maranhão é um estado esquecido, muito muito pobre e as estradas refletem isso. Pra chegar em São Luís do Piauí foi bem sofrido, mas de Alcântara pro Pará as estradas estavam novas também. De 16 estados, apenas 2 terem estradas ruins é muito diferente do que o povo conta por aí (gente que certamente nunca viajou de carro pelo Brasil, assim como o povo que reclama do SUS enfrentando filas gigantescas na emergência do Barra D'Or)

      segurança— cara, aterrorizavam a gente dizendo que íamos encontrar índios mal encarados, cobrando pedágios super caros nas estradas. Não vimos nenhum, nem no Norte, nem no Centro-Oeste. Em 16mil kms, a gente também não viu nenhum assalto ou blitz da polícia. :S

      Ai, já tem quase um post novo aqui ahhahaha obrigada pela inspiração <3 Beijo!

      1. Marcela disse:

        Nossa Carla, porque tocam tanto o terror na gente né? Tanta gente que deve deixar de viajar por conta disso.

        Amei as dicas, principalmente a do GPS. E essa do jegue abandonado seria cômica, se não fosse trágica! Ok, estrada à noite: não.

        De fato foi bom ter tido tua visão de quem passou por 16 estados e teve poucos perrengues sérios. Notícia ruim se espalha mais do que notícia boa.

        Faça o post pra inspirar esse turismo incrível por aí! Um cheiro!

  2. Aline disse:

    Que post lindo!!!! Sertão é poesia pura.

  3. Leila Figueiredo disse:

    Babei com as fotos, lindasssssssss.

  4. Flávia disse:

    Amo seu blog e esse projeto. Vc é a bligueira mais incrível e que mais merece meu respeito, Carla!
    E a proposito, estás linda naquela foto com o boy.

    Um beijo imenso,

    Flávia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *