Moda

Considerações sobre uma temporada sem tempero

Comments (0)
  1. Caroline disse:

    Finalmente visão crítica sobre essa temporada do spfw. Estava com medo de que o Modices (que já vai fazer um ano que eu visito frequentemente, mas é uma das primeiras vezes que comento)estivesse se transformando naqueles sites que simplesmente descrevem os tecidos e inspirações dos estilistas, sem fazer, no mínimo, uma análise do desfile. Parabéns!

    1. Carla Lemos disse:

      Oi Caroline! É tanta falta do que falar que hoje, achei que eu tinha algo a dizer e resolvi botar pra fora. Que bom q vc gostou. Eu ando angustiada querendo pensar, sabe. Tão bom saber que tem gente que quer pensar junto <3 Um beijão!

  2. Nina disse:

    gênia. amo.
    beijos

  3. Olá Carla!
    Há muito que acompanho seu blog e adoro.
    Concordo consigo em muita coisa. Não vivo no Brasil e não assisti o SPFW de perto, apenas acompanhei alguns desfiles pela internet e fiz alguns comentários no meu blog.
    Mas quando paro para pensar, vejo que tem toda razão.
    Antigamente a moda brasileira primava pela diferença! Agora é mais do mesmo que vejo pelo mundo a fora…
    Um beijinho
    Marcinha

  4. Daiana Grummt disse:

    Isso tudo que você disse tenho observado na hora de comentar os desfiles. Depois do terceiro já não tem mais nada pra se falar. Podia ter feito um post só comentando uma coisa só que valeria para todas as marcas. Triste isso, pois nós que somos envolvidas na area esperamos algo criativo, diferente, algo que gere pauta, e o que vemos é só os mesmos das mesmas coisas.
    Otimo post. Sou sua fã =)

  5. Yago Richelly disse:

    Eu acho o mesmo! eu não conseguir crendêncial para meu blog, a acessória me barrou, mais por um lado penso que nao perdir nada, comentei e falei o que tinha que falar sem demagogia no meu blog daqui de casa e vi mta coisa sem sal, por isso preferir nao criticar mto se nao ia parece prirraça por nao ter ido! só fiquei chateado de nao ter ido amore, por causa dos contatos que são otimos e também rever os amigos e conhecer gente nova! mas tirando isso. preferir mil vezes o Fashion Rio…

    1- Como vai a moda brasileira?
    Ela está ficando mais verde! Eu acredito que a moda brasileira pode ganhar força e prestígio se conectada com a sustentabilidade.
    2- O que mais te inspira na moda?
    As histórias reais e quando percebo que a moda e a beleza podem ser agentes de transformação
    3- Quais blogs de moda vale a pena consultar?

    4- Qual peça qua não pode faltar no teu guarda roupa?
    jeans e kit acessórios
    5- Em Relação a Moda Sustentável, como anda o processo de aceitação?
    Cada vez maior, a sociedade começa a questionar aonde suas roupas são feitas e como . Existe uma maior consciência por parte do consumidor. Não queremos mais comprar peças feitas com trabalho escravo e com gigante impacto ambiental.
    6- Um recadinho pro blog.

    “Todos juntos na Nova Era da Moda”
    Caso queria, acrescentar mais, falando um pouco sobre moda sustentável, fique a vontade! ;)

    Um beijo, e obrigado!

    http://taonic.blogspot.com/

  6. ancilla carvalho disse:

    adoreiiiii :)

  7. Camila Becker disse:

    Acho que deixar de consumir não deixam… mas realmente não tem nada de novo. Tudo que a gente já conhece…

  8. Danielle disse:

    Finalmente alguém com uma opinião lúcida.

  9. Daniela Lima disse:

    Tá mais do que certa, Carla!

    Tb sou blogueira, embora em uma vertente mais ou menos diferente – o plus size, e enquanto consumidora/espectadora vejo mais do mesmo o tempo todo!
    E foi muito bem colocada a questão dos “inspired”. Ver nas passarelas uma espécie de releitura de tudo que aconteceu na temporada passada lá fora, até é entediante, mas nada se compara a vc ver as bacanas faturando rios de dinheiro em cima de cópias, CÓPIAS mesmo!

    E o que me fez levar sua crítica em total consideraçao, foi principalmente o fato que uma boa pá das blogueiras do setor, simplesmente dizem que tudo isso é super bacana e tão pouco se importando em dar um parecer importante e verdadeiro sobre essas questões(de moda no geral), o que seria o dever de todas nós, que ao meu ver, somos formadoras de opinião atualmente. E ao contrário disso, vc veio e jogou na lata! rs

    E olha que esse descontentamento com a moda não encostou em mim agora não… já faz um tempo que me decepciono com quem a faz e com quem a critica (ou deveria criticar).

    O lado bom é que sempre aparece gente como você e o Modices, lá no fim do túnel! ;)

    Adorei!!
    Beijos,
    Dani.

  10. Fernanda disse:

    Até que enfim alguém expressou o que muito gente pensa e não tem coragem de escrever!

    Parabéns! Espero, do fundo do meu coração, que essa gente que se acha “gênio da moda brasileira” leia e tome vergonha na cara.

  11. Roberta Dias disse:

    Nossa Carlinha, é exatamente essa impressão que eu tenho tido nas semanas de moda e fico aqui pensando se “será que sou só eu que penso assim? to delirando?”. MESMICE! Tudo o que eu vejo seeempre nos blogs, sites e revistas, vem lá, mais uma vez nas passarelas! Eventos com tanto investimento, tanta importância, mostrando as mesmas coisas, poucas novidades e, aqui no brasil, quase nenhuma arte.

    A gente fica aqui, torcendo pra revolucionarem algumas idéias!

    Beijocas

  12. Carla, assim fico cada vez mais sua fã rs

    Não entendo nada de moda e muito menos de tendências, mas não é preciso ser expert pra notar a cópia de coisas q vêm lá de fora (óbvio q as mais “antenadas” notam isso mais facilmente e sabem qual é a fonte de isnpiração).

    Gostei da ousadia, e é isso que a imprensa tem q fazer, já q na moda é “permitido” ao jornalista dar a opinião.

    Beijos

  13. Carla, de certa forma concordo com seu texto. Achei muita coisa bonita nessa temporada de moda, mas nada que não fosse previsível.
    Acho super válida sua crítica de que as nossas criações ainda estão muito no “inspired” e que precisa de uma evolução, uma coisa nova, um tcham a mais. Por outro lado, as versões “inspired” suprem muito do desejo de itens que têm um preço altíssimo (em parte, por culpa do Brasil tbm) e que as pessoas não podem pagar… mas acho que tudo isso tem limite.

  14. Marcio Aurelio Lima disse:

    Carlitcha mais uma vez vc arrazouuuuu…achei q eu q tava ficando velho e chato..hehehhee..e que tudo tava sem graca…Sabe o que eu acho??o Brasil precisa de uma revolucao na Moda com feiras de novos estilistas como o Mercado Mundo Mix e a Babylonia Feira Hype,mas com uma curadoria phoddaaa pra ter novos talentos no mercado da moda,mas talentos bons e nao trukeiros de plantao…Essa galera das antigas se esquece que hje tudo é mto rapido ,quem nao tem criatividade logologo vai dancar.Conto nos dedos de uma mao quem foi bom nessa SPFW…

  15. Penso exatamente como você. E acho que ser complacente não vai ajudar em nada a moda brasileira, muito pelo contrário.

  16. Will Araujo disse:

    Nossa!!! Enfim, uma jornalista resolve falar francamente sobre as semanas de moda brasuca, sem pensar nos anuciantes. Só a Revista Piauí teve a diginidade de ser tão clara quanto vc (isso ha alguns anos… lá no passado).

  17. Amanda disse:

    Eu acompanho o FFW e acho o trabalho deles ótimo, acredito que sejam os poucos sem medo de criticar de verdade mas eles mesmos disseram que foram banidos de alguns desfiles nessa temporada porque os estilistas não aprovaram os textos deles. Isso também tem que mudar!

  18. Tati Carvalho disse:

    Carlinha amore, sempre arrasando! Senti sua falta na Shoestock. Adorei o desabafo, estava pensando nisso hoje.

  19. Dani disse:

    Gênia…. por isso que tenho certeza absoluta que não perdi nada em não ter me deslocado para SP ( infelizmente né!). É triste, mas é essa mesma a realidade da moda no Brasil….

    Bjos gatonaaa

  20. É com textos como esse e com nossas conversinhas que chego a conclusão que você é diferente de qualquer outra blogueira. Sabe aquilo que toda blogueira fala para as que tão começando? “Tem que fazer diferente”? Pois bem, elas mesmas não fazem diferente, em época de temporada de moda, todos os blogs fazem o mesmo texto, as mesmas observações, blogueiras de nome não fazem apenas uma “resenha” do desfile, o que seria um pouco mais técnico, dão opinião dizendo que está tudo lindo. Há muitas temporadas a moda nacional vem copiando descaradamente as semanas de moda internacionais e os grandes nomes “jornalísticos”, continuam elogiando e “jogando flores” a quem não está merecendo. E não só os estilistas merecem fortes críticas como os organizadores do evento também, em que todos reclamam da desorganização e ninguém faz nada. É um evento de peso, um evento que deveria ser organizado com muita atenção e carinho para que seja bem visto lá fora, para que ajude na inserção (não merecida) do país na moda mundial. Trazer celebridade internacional não é o que resolve, não é o que vai incluir o país de vez no mundo da moda.
    Já te falei o quanto sou apaixonada por moda e ver esse tipo de coisa, só me decepciona e me desestimula a trabalhar com isso. Nessa temporada, preferi não ver fotos de desfiles, vi da Colcci e da Osklen e quase morri do coração, nada muda, as vezes penso que nem em fazer cópias nossos estilistas estão bons. E quem comenta os desfiles, dizendo que estão maravilhosos, só mostra a falta de personalidade, mostra como está se levando por uma maré de conforto que estamos vendo por aí.
    Mesmo com críticas tímidas e camufladas, essa foi a temporada com o maior índice delas. Será quem em julho a coisa vai mudar? Duvido muito!
    Alguém coloca Carla Lemos como editora de alguma grande revista de moda? Obrigada!
    Seu texto foi perfeito!!! Cada dia que passa fico mais e mais feliz por ter alguém com opinião tão forte e tão sensata na minha vida!!!!

    Beijos, minha mãe fashion! hahaha

  21. Liv disse:

    Me abraça. Sua linda.

  22. Patrícia Cox disse:

    Adorei, é tão bom colocar para fora não é? Fiz um desabafo dias atrás lá no blog sobre as fashion weeks tb, mas vindo de vc que tem a vivência,SOA de outra forma. Concordo ctg e acho que se a pessoa se propõe a criar uma coleção por favor inove, ou se cale.

  23. Bruna Tavares disse:

    Só uma coisa!

    Sou sua fã DIVA!

    Orgulho máximo de ter aprendido horrores com vc! E aliás, ainda aprendo!

    Sucessooooo pra vc que é pimenta num mundo morno! <3

  24. Caio Braz disse:

    Achei essa edição inteira um BODE. BODAÇO. só amei o desfile da Maria Bonita, dava pra ver um esforço artístico e uma proposta cheia de conteúdo. tudo lindo.

    sem contar o CALOR DA BIENAL. surreal. e os roubos na sala de imprensa.

    mas o artigo top mesmo do meu wishlist é uma cadeira. impossível sentar na sala de imprensa. yikes.

  25. Marianna Simone Nandez disse:

    Lúcida e inteligente! Parabéns, linda. Há anos padecemos deste mal! Quem sabe se apontarmos o dedo, as coisas possam mudar um pouco. O maior problema, creio, seja do investidor que tem medo de apostar na criatividade, preferindo o retorno garantido.

  26. Leilanne disse:

    Carla,

    Voce colocou em palavras minha opiniao sobre a moda brasileira.
    Infelizmente nao existe criação na moda brasileira…e principalmente jornalismo de moda. Todos os jornalistas sao amigos de estilistas, e o que acontece é que a critica é sempre babação de ovo…
    Enfim, fico feliz de ver que voce tem opiniao propria.

  27. Amore, ótimo texto! Super bem escrito e pensado. Adorei. Engraçado que sua crítica me lembrou uma entrevista de uma estilista que assisti no GNT e ela, para descrever sua coleção, falou mais ou menos assim: “E claro, investimos também nessa tendência, que saiu nas passarelas internacionais”. Como se eles tivessem a obrigação de fazer roupas daquele jeito só porque desfilaram lá fora.
    Anyway, adorei te ver e da próxima vez quero encontrinho mais longo! ;)
    Beijocas

  28. Marina Cid disse:

    Adorei a crítica, nessa temporada posso contar o desfile da Neon como de dar gosto de ver, e um ou outro look de um outro desfile…
    Já é tudo tão… utilizável!
    Não vejo mais a moda como ate nos desfiles, a criatividade está sendo deixada de lado…
    Cadê os escândalos em matéria de vestuário e não de celebridades…
    Parabéns pelo blog!
    Beijos

    1. Carla Lemos disse:

      Obrigada Marina! Mas é isso mesmo faz falta ter aqui algo surpreendente. As coisas são legais mas sabe… Acredito que temos muita criatividade neste país para nos contetar com mais do mesmo na moda. Beijinho!

  29. Josidonadella disse:

    Parabéns.Penso que até agora foi a única coisa verdadeira que ouvi de alguém envolvido com moda.SPFW esse ano foi palco de um grande circo.

    1. Carla Lemos disse:

      Isso pq nem mencionei todo o drama dos bastidores do evento, né “/

  30. Renata Reis disse:

    Maravilhosa crítica a semana de moda. O Rio definitivamente trouxe mais do que o SPFW. E a escrita do post reflete também meu espirito de insatisfação com a tal moda apresentada.

    Bjokas

    1. Carla Lemos disse:

      :) Tb achei o Rio mais interessante nesta temporada mas, ainda sim, a crítica vale pras duas semanas de moda.

  31. Glaucia Juncks disse:

    iNFELIZMENTE VIVEMOS AINDA A CULTURA DE COLÔNIA, TEMOS ISSO NO NOSSO DNA, O MEDO DE ARRISCAR O NOVO É UMA CONSTANTE E O PIOR, O CONSUMIDOR QUER O QUE É SEGURO, O QUE JÁ FOI VISTO. A OBRIGAÇÃO DO NOVO, DO CRIATIVO NÃO DEPENDE SÓ DOS ESTILISTAS MAS TAMBÉM DA IMPRENSA E DOS CONSUMIDORES EM VOLORIZAR O QUE É NOSSO.

    1. Carla Lemos disse:

      Concordo, Glaucia. Todo este acesso à informação deveria servir para dar liberdade criativa tanto para criadores quanto consumidores. Vontade de ousar, de procurar novas referências, formas… novos designs! Confesso que não entendo a necessidade de todo mundo usar o mesmo modelo de bolsa. Beijos!

  32. julia Pacheco disse:

    Nossa!
    Olha, comecei a entrar no seu blog agora.
    E estou amando. Depois desse texto…
    Você é 1000!!
    Você é realmente diferente desses “fashionistas”( odeio essa palavra).
    Você me trouxe esperanças.Faço moda e confesso que ando bastante decepcionada com certas coisas no mundo da moda. E a minha decepção é exatamente o que você falou no seu texto.
    “aquela que deveria “criticar” e incitar a evolução dos criadores nacionais, apontando de forma construtiva suas falhas, prefere esquecer as referências, fingir que não acompanhou nenhuma outra semana de moda no mundo, e ver todos aqueles looks desfilados como uma grande novidade.”
    PRA QUE FAZER TIPO??PRA GANHAR BRINDES DOS DESFILES E SAIR NAS FOTOS?
    OU SÓ PRA DIZER QUE É FASHIONISTA?
    Parabéns,Carla!
    Um grande beijo da sua nova Fã!

    1. Carla Lemos disse:

      Oi Julia! Muito obrigada, viu. A gente tem q pensar senão os neurônios atrofiam, né? Um SUPER beijo ;)

  33. RRAZÔ na crítica. Like always! (L)

  34. Nayane Louise disse:

    como bate palma online? hahahaha
    eu quero um desfile em que tenha algo que eu possa dizer, isso não é usável, Brasel. Ou eu que já estou ficando louca e usaria tudo que vi nessa temporada?

  35. Victor disse:

    As pessoas estão virando escravas de algo que nem elas mesmas entendem, falta conteúdo, analise, criatividade, estilo próprio, opinião, enfim as pessoas não tem que simplesmente seguir a moda temos que ser do jeito que somos, e independente de qualquer coisa estarmos felizes em qualquer traje… Sejam Felizes parabéns Carla

  36. Letícia Magalhães disse:

    Eu não tenho envolvimento nenhum com o mercado de moda, nem mesmo muito como consumidora, apenas acompanho como hobby. Aprendi a costurar porque achava muito difícil fazer compras – ainda acho. Não vou nem entrar na questão de preços exorbitantes para peças de qualidade mediana. O que me faz achar difícil é andar num shopping e ter uma sensação de deja vu eterno, aquela coisa de “ai, tão last season”. Acho que qualquer consumidor que acompanha moda internacional sabe que tentar consumir moda no Brasil é um exercício. Em geral eu vejo criações incríveis nas semanas de moda internacionais, daí vejo essas criações sendo usadas de mil maneiras diferentes, daí vejo o momento delas passando, daí vejo coisas novas, começo a desejar essas coisas novas, e daí vejo aquelas primeiras nas lojas por aqui. Fico muito entediada, como consumidora, de só ver coisas que eu já digeri e que já foram copiadas a rodo sendo vendidas como alguma inovação muito conceitual.
    Enfim, ótimo texto. Acho que as marcas brasileiras precisam parar de pensar tanto em “tendências” garantidas e entender melhor o seu consumidor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ei! Agradecemos por compartilhar nosso conteúdo

Agora vem conhecer nossos outros canais